Olá, me chamo Laura, vou te contar um pouquinho sobre mim



Bom, oi para todos e todas. Visito esse site há muitos anos, acho que uns 5 ou 6 anos. Às vezes sigo algumas sagas - que infelizmente acabam sendo encerradas antes do fim - às vezes passo apenas para ver se há algo legal e curioso. Não sou assídua. Então, porque eu afinal quis abrir um perfil por aqui? Bom, acho que me sinto pronta para compartilhar minhas ideias, fetiches, taras e experiências. Que foram bem poucas, algumas frustradas e outras bem complicadas.

Enfim, espero não ficar te enrolando com uma "história para boi dormir". Então, vamos ao que deve lhe interessar após ler o título desse conto, que na realidade é uma apresentação.

Me chamo Laura (nome real), sou trans assumida há pouco mais de 10 anos. Antes que pense que se trata de uma "travesti", "homem afeminado", "cdzinha", "afeminado", "viadinho" e outros nomes diversos que, em alguns casos me divertem e em outros me ofendem. Eu nasci com corpo de mulher, mas entre minhas pernas há um órgão masculino mal formado (não é nada feio, nem bizarro, não vou mandar fotos para seu ninguém sobre isso por motivos óbvios, se passou pela cabeça procurar saber, nem me procure).

E esse órgão não responde à estímulos. Isso mesmo. Vejo em filmes os rapazes endurecerem o pau, sentirem ele pulsar as veias e jorrarem porra. Parece ser algo realmente bom e gostoso. Então, no meu caso, essa parte nunca existiu. Apenas a de sair porra. Sim, outra pessoa já me tocou lá, já fiz exames, já tentaram remover, etc, etc, etc. Eu já pensei nisso, mas preferi ficar assim. No final gosto.

Deve pensar: "E como você goza? Ou sente prazer?". Então, vamos primeiro terminar minha descrição. Tenho cabelos castanhos claros, olhos de mesmo tom, rosto feminino de dar inveja, seios naturais pequenos (nada de hormônio ou silicone - e também não vou ficar mandando foto disso), barriga esculpida em academia. Lugar que amo frequentar. Minha voz é um pouco diferente, mas feminina. Tenho um bumbum redondinho, durinho. Coxas grossas. AMO minhas pernas. AMO provocar e, modéstia parte, sou de parar o trânsito (E ADORO). Só que quando tentam a sorte, geralmente caio fora (e os motivos explico em outros contos).

O que me faltou para ser mulher foi ter uma vagina. Só que quando pequena, com o pipiuzinho daquele jeito, a família achou por bem me tratar como rapaz. Até aí tudo bem. Não sofria preconceitos, foi uma formação curiosa. Mas que a partir de um certo ponto, causava confusão (daí o nome Laura Confusa). Jogava bola, fazia as atividades masculinas normalmente. Mas estava tendo um corpo muito esculpido, muito sensual para ficar naquele ambiente. Fora que a voz e o jeito, com o tempo, não tinham muito a ver com ser "homem".

Na adolescência a coisa ficou complicada pois era super normal estar em ambientes preconceituosos com colegas fazendo de tudo para me ofender e me deixar chateada. Algumas pouquíssimas garotas passaram a conviver comigo. Mas eram bem raras, pois várias queriam saber como era ser "homem sem pinto". Então, a família achou por bem me perguntar como me sentiria melhor, pois embora gostasse de ser menino até ali (mesmo não parecendo nada), o ambiente a minha volta era bem complicado.

Depois de decidir ser de fato mulher (com muita conversa, resistência, preconceito e dificuldades na família - mas todos aceitaram com o tempo e me acolhem), eu então comprei minhas primeiras roupas de garota. Saí com uma prima, que sempre foi muito minha amiga e nunca conseguiu me ver homem. Montei tudo, tudo, tudo em meu quarto, da maquiagem à roupa, das meias às lingeries. Ao sair do quarto, meus familiares ficaram com os olhos arregalados, o óbvio estava bem nítido, aquele rapaz nunca tinha sido homem. Pela primeira vez me senti o que era para ser.

Só que a coisa não foi simples. Fui para a escola daquela forma. Ao chegar na minha turma, TODOS ficaram se perguntando se aquela nova aluna era o coleguinha "enrustido". Na chamada, o nome entregou e o preconceito apareceu da pior forma possível. Tivemos que acabar mudando para uma cidade bem distante e recomeçar. Com muita cautela, muitos cuidados e, principalmente, eu me tornando naturalmente mais mulher do que antes. Minha nova turma, como nunca soube de nada, me acolheu assim, o nome Laura surgiu em minha vida e, desde então, com exceção de pouquíssimas pessoas, o segrego sempre foi guardado para minha própria segurança (motivo pelo qual não vou sair me expondo, nem venham com essa).

Então, após todo esse prólogo, me chamo Laura, tenho 24 anos, sou gostosa e AMO provocar, como já sabem. Mas não entrei aqui para buscar contatinhos, relacionamentos ou qualquer coisa sexual REAL. Nem muito menos virtual. Se após ler tudo isso pensa que vou mandar fotos minhas, trocar número de telefone, e-mail ou webcam, é melhor nem me adicionar. Está cristalizado em minha mente que isso não vai rolar. A única foto que colocarei em breve será do meu perfil, as demais - em contos, em álbuns e etc, caso surja alguma foto, elas NÃO SERÃO MINHAS, SERÃO DE INTERNET.

Como já deve pensar, ser uma pessoa que não tem uma genitália é algo bem complexo, até para explicar a vocês como é isso. kkkkk.. Mas hoje me sinto super bem com minha condição e convivo super bem com todos a minha volta. Trabalho (não sou prostituta, que fique claro), estudo e ralo bastante pra ter minhas coisinhas, como qualquer pessoa nesse mundo. Nunca me senti homem e às vezes acho errado dizer que sou mulher, não sei bem o porque da natureza ter armado essa pra mim, mas...... enfim...

Ah, e antes de ir embora, devem se pensar em como é o dia a dia (sexualmente falando) e como sinto prazer. Acho que foi até eu que aticei a ideia lá no começo né? Tô doida. Enfim... Como disse, no pipiu nadinha de nada, esse pipiu é bem pequeno e fino, quando visto uma calcinha ele acaba ficando disfarçado e, numa praia, usando biquini, é um "pacotinho" (desculpem o linguajar, rs). Quando me excito ele expele um liquidozinho, ele solta porra com esperma normalzinho, mas é quase invisível e fantasma. "É tipo um clítoris grande?" Não, nem isso parece, porque não tenho os lábios.

Num exame que fiz faz tempo, um médico disse que foi como se o corpo tivesse ficado em dúvidas sobre qual gênero seria o meu. Por muito pouco fui hermafrodita (quando sai os dois genitais). Só que a cavidade que seria a vagina ficou "mirada" no saquinho que se formou com testículos pequenos (formando o pacotinho). Quando me excito, eu me toco sobre os testículos, é por ali que sinto uma enorme sensibilidade e prazer. Demoro HORAS me tocando e curtindo alguma coisa até que, no meu clímax, sinto um prazer "internalizado" muito forte que me satisfaz plenamente. É bem gostoso.. e nem sempre é preciso ver a porra sair do pipiu pra atingir esse prazer todo.

Outra forma de sentir prazer é através do cuzinho. Por lá, sinto a próstata, mas só chego ao orgasmo expelindo porra. Prefiro me tocar, mas anal é um tema que me deixa muito excitada em falar.

E caso esse papo tenha lhe causado dúvidas sobre se tenho órgãos internos dos dois gêneros, digo-lhe que curiosamente sim, só que, do feminino, só tenho as terminações e uma formação próxima de uma vagina (ela não funciona e foi como se ela parasse pela metade na formação) que fica bem pertinho do saquinho. Por isso o enorme prazer em me tocar.

Porque não fiz cirurgia? Primeiro pelo risco, segundo porque de fato poderia ter um pipiuzinho ou uma vagina de forma cirúrgica, mas poderia ficar sem sentir absolutamente nada após encerrar o processo, como já ocorre apenas com o pipiuzinho. Tipo, seria eu ter uma vagina, as pessoas me penetrarem ou eu me tocar e eu não sentir nada, nada. Melhor deixar como tá né, rsrsrs.

Bom, é isso, não foi bem um conto e acho que devem ter achado um porre, mas acho que precisava esclarecer uns pontos. Fui sincera e honesta. A partir dos próximos contos pode ser algo real, pode ser apenas uma fantasia minha, uma saga (AMO), algo relacionado ao roteiro hentai, ou mesmo algo sci-fi, que são temas que acho legal também. Talvez algo de terceira pessoa etc.

Como o ambiente virtual é um lugar que as pessoas estão mais curiosas e tendem a ler que sou trans para em seguida terem a curiosidade de saber como é e me perturbar ou, ainda, quando se frustram em não tirarem a dúvida de como é o "animal de zoológico" que alguns associam ao ler "mulher trans". E para que se recordem que do outro lado há uma pessoa como qualquer outra que tem sentimentos, desejos e expectativas de ser bem recebida (e que espera que sejam atentos ao lerem este conto). Só irei aceitar amigos que digitarem uma mensagem com a palavra "CONFUSA". Se não fizer isso, não vou add.

E não, não quero me achar com isso. Ao longo do tempo que ficar aqui, adoto isto como uma espécie de dispositivo de segurança que separa o joio do trigo. Pessoas sensacionais que, assim como eu, querem apenas curtir, daqueles que acham que vão transar acessando este site e enviando obscenidades.

UM BEIJINHO DA CONFUSA... Espero confundir seus desejos em breve... Cheiro


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook

Comentários


foto perfil usuario gostodafruta

gostodafruta Comentou em 28/05/2024

Laura confusa seja bem vinda a esse espaço disponível onde você conseguiu de forma muito corajosa se expor, explicar a sua condição diferente, mas não menos interessante. Parabéns, felicidades e prazeres sem fim pra você. Delicia confusa.

foto perfil usuario srcarneiro

srcarneiro Comentou em 27/05/2024

Parabéns pela explicação é os detalhes... muito interessante

foto perfil usuario ksn57

ksn57 Comentou em 25/05/2024

Votado ! Muito boa, sua apresentação, mesmo com toda essa Confusão. Confusão mesmo será para as outras pessoas, que nunca passaram por tudo, que Você passou, pois deve ter sido bem complicado, digo Eu ! Abraço e seja feliz

foto perfil usuario

Comentou em 20/05/2024

Boa tarde, Laura CONFUSA. Gostei dos esclarecimentos sobre você. Espero que goste dos meus relatos e aceite meu pedido de amizade aqui.

foto perfil usuario olavandre53

olavandre53 Comentou em 15/05/2024

Parabéns pela nada CONFUSA explanação.

foto perfil usuario dougster

dougster Comentou em 15/05/2024

Não sei se seu objetivo foi me excitar… mas enquanto relatava a fisiologia da sua anatomia genital minha imaginação foi em cada detalhe… digito aqui com meu penis extremamente duro. Vou nesse minuto ler cada um dos teus contos.

foto perfil usuario a-lu-aninha

a-lu-aninha Comentou em 07/05/2024

Incrível a sua apresentação. Espero que encontre um espaço seguro e consiga viver sempre plena e feliz! :)

foto perfil usuario jedisa

jedisa Comentou em 07/05/2024

Sinceramente, não te achei Confusa. Por último parabéns pela apresentação. Vou ler pode outros contos

foto perfil usuario rhsp

rhsp Comentou em 04/05/2024

Seja bem vinda querida. Bjsss

foto perfil usuario codigo 6

codigo 6 Comentou em 28/07/2022

Compreendí, só colocaria teu relato na categoria "Poesias/Poemas" visto que você pode ser isso para a natureza e se conhece muito bem. Continue contando o real ou o devaneio. Congratulações!

foto perfil usuario lucasemarcia

lucasemarcia Comentou em 26/07/2022

Excelente apresentação e não tem nada de confusa rsrs! Votado!!!

foto perfil usuario casalmineiro01

casalmineiro01 Comentou em 15/07/2022

Bom dia Laura! Adorei o seu relato, mais ainda dá sua família que te apoiou. Nada de se sentir "CONFUSA", pois você é um mulher. Parabéns pelo enriquecimento de detalhes.

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 28/06/2022

Laura, minha nobre e "CONFUSA" amiga! Primeiramente quero agradecer por me aceitar em seu mundo virtual. Amei ter sido exceção...me tornou "especial", é como estou me sentindo. Você, é sem dúvida, especial pra mim. Bjs suculentos em todo seu corpinho, que muito me excitou ler e te desejar. S2 Betto o admirador do que é belo S2

foto perfil usuario digao123

digao123 Comentou em 16/06/2022

Primeiramente,vc soube usar as palavras em disseminar o qh realmente vc é e o que realmente vc sente. Leio contos,sou fã de vários assuntos,mas um hermafrodita,nunca me passou pela cabeça, adorei e espero que vc consiga sua felicidade sendo vc

foto perfil usuario prazerliberal

prazerliberal Comentou em 16/06/2022

Votei Confusa Bjo

foto perfil usuario nlconcept

nlconcept Comentou em 16/06/2022

Laura, adorei suas palavras... e pelo que li, é uma mulher nada CONFUSA mas sim com certeza de quem é e do que quer ser... bem aja...

foto perfil usuario mrpain

mrpain Comentou em 16/06/2022

Apesar de confusa foi uma bela apresentação e ótimo conto.

foto perfil usuario emmerson

emmerson Comentou em 16/06/2022

Votado gostei da apresentação bem vinda laura que vc encontre aqui satisfação em escrever e deixa sua imaginação voar e ate mesmo suas experiências sexuais boa sorte confusa

foto perfil usuario casalbisexpa

casalbisexpa Comentou em 15/06/2022

delicia demais

foto perfil usuario pedrovasconcelos

pedrovasconcelos Comentou em 15/06/2022

Realmente confusa mas muito interessante. Votei a apresentaçao




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


214874 - Dominação dos mundos - Sinopse - Categoria: Fantasias - Votos: 3
214778 - Ele manda, eu obedeço | Parte 3/3 - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 5
214442 - Entendiada - Categoria: Fetiches - Votos: 8
214318 - Ele manda, eu obedeço | Parte 2/3 - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 10
214313 - Fui provocar os outros no parque e acabei surpreendida por um garanhão - Categoria: Exibicionismo - Votos: 14
214163 - Assim vocês me deixam confusa - Categoria: Fantasias - Votos: 10
214105 - Mulheres são tão santinhas... - Categoria: Exibicionismo - Votos: 9
214094 - Homens são tão tarados... - Categoria: Exibicionismo - Votos: 16
214019 - Ele manda, eu obedeço | Parte 1/3 - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 7
213956 - Dominando um homem - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 4
213904 - Meu pacotinho chamou a atenção da academia e acabei dando na mata - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
213794 - Dando o cuzinho no meio da multidão - Categoria: Heterosexual - Votos: 18
213788 - Érika, mais que uma amizade, um amor - Categoria: Lésbicas - Votos: 8
213633 - Submissa para uns, dominadora para outros - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 10
213328 - A "disputa" dos amigos de longa data - Parte III - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
213324 - A "disputa" dos amigos de longa data - Parte II - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
213226 - A "disputa" dos amigos de longa data - Parte I - Categoria: Heterosexual - Votos: 6
205226 - Oi, você pode me ajudar? - Categoria: Heterosexual - Votos: 9
203590 - Quando a ideia é provocar - Categoria: Exibicionismo - Votos: 11
203513 - A minha primeira vez guardou um segredinho - Parte 3 - Categoria: Heterosexual - Votos: 16
203511 - A minha primeira vez guardou um segredinho - Parte 2 - Categoria: Heterosexual - Votos: 14
203510 - A minha primeira vez guardou um segredinho - Parte 1 - Categoria: Heterosexual - Votos: 13
203073 - Manhã fria, mente quente e safada - Categoria: Fantasias - Votos: 14

Ficha do conto

Foto Perfil lauraconfusa
lauraconfusa

Nome do conto:
Olá, me chamo Laura, vou te contar um pouquinho sobre mim

Codigo do conto:
202781

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
15/06/2022

Quant.de Votos:
51

Quant.de Fotos:
0