A minha primeira vez guardou um segredinho - Parte 2



Continuando a respeito de uma experiência real que tive em minha vida. Espero que curtam bastante. O texto é sequência imediata da Parte 1.

-----

Érica falou:
- Ele não vai parar de te procurar. Não existe homem no mundo que espere tanto.(ela dizia)
- Pois é, mas o que pode acontecer? Ele não fará à força. (respondia)
- Ele não fará à força, mas vai te colocar em situação que não terá como sair dela. Ou isso, ou vai arrumar outra sem você saber. No dia que ele parar de forçar sexo, vai ser o dia que você descobrirá que é corninha, amiga. (falava com um sorrisinho de desdém e crer que todos os homens eram traidores safados).
- E o que faço? Não vou terminar e nem contar.
- Bom, ou você enrola e se arrisca em confiar nele ou você cede transando sem mostrar seu segredo. (dizia sem acreditar muito no que dizia).
- E como faria isso?
- Conheço uma amiga que falou que queria muito guardar a virgindade para depois do casamento e, para isso, segurou seu namorado chupando e dando o cú pra ele. (falou ela).

No momento ficamos nós duas em silêncio por alguns segundos até que eu voltei a falar:
- No cú? E as pessoas fazem isso? (sim, era super sem noção para sexo na época).

Depois de Érica rir e contar sobre detalhes sobre sexo anal, embora falasse que nunca havia tentado, fiquei com aquilo na cabeça. Passei a procurar conteúdo sobre o assunto. O problema foi encontrar informação em um meio não muito sincero: filmes pornôs. Anal isso, Anal aquilo. Mulheres simplesmente deslumbrantes tomando no cú de todas as formas e posições. Aquilo me deixou super excitada. Lembro de tocar várias "siriricas" assistindo a tudo. E, aos poucos, me blindei do desejo de Cauan, caso ele me pedisse sexo, saindo por esse caminho.

Nossos amassos passaram a ficar mais sensuais, mais eróticos. Ficava super entregue a ele a cada abraço, a cada beijo. Não demorou para ele propor, mais uma vez, fazermos sexo. E então contei meu roteiro pré-analisado. Falei que queria manter minha virgindade, que toparia apenas se fosse chupar seu pau e dar o cuzinho. Ao ouvir "cuzinho", ele quase me engole no amasso seguinte. Não sabia que o efeito do "sexo anal" nos ouvidos de um homem surtiria o efeito de torná-lo mais brutal. Ainda mais ele, que confiava, amava e era louca, por ser romântico e fofo.

Passamos então a conversar sobre como funcionaria o ato. Sentia que ele ia acabar vendo o segredo devido ao fato de ficar cada vez mais tarado. Para não correr esse risco, falei que só aconteceria com duas condições. Na posição que eu decidir e que ele não passasse a mão nas minhas partes, pois poderia romper o meu selinho colocando o dedo ou algo assim. Se ele não topasse, que poderia esquecer boquete, cuzinho, sexo. Endureci com ele na hora de falar e, claro, Cauan não ia perder a oportunidade de me comer.

Combinamos de ir em sua casa, num dia que seus pais não estariam por lá. Falei para os meus que iria fazer um trabalho de escola com Érica (eles sabiam que ela sabia do segredo e gostavam muito dela e ela também confirmou com eles me dando cobertura). Peguei a lingerie mais sexy que tinha, tomei aquele banho, me senti super linda e erótica e fui. Ao chegar, Cauan estava igualmente tenso, a falta de experiência tomou conta da ocasião e nada que tínhamos previamente imaginado e fantasiado aconteceu.

Nossos amassos estavam afobados e ele me roubava o ar entre os beijos e a emoção do momento. Estava claro que seria a primeira vez dele. Então decidi "atuar" como as atrizes que haviam me roubado várias horas durante os últimos dias. Com ele deitado na cama, simplesmente peguei seu pau por baixo dos shorts e o tirei para fora. Retinho, grossinho, não sei dizer ao certo o tamanho, mas estava sem odor no momento, com a cabecinha babada, brilhando. Que gosto teria? Mais que depressa o abocanhei e comecei a chupar com uma certa dificuldade. Ele gemeu e senti seu pau vibrar mais forte, as veias ficaram saltadas e notei que ele morria de tesão com o toque de minha boca e língua em sua piroca.

Então comecei a chupar olhando para seus olhos, saboreando-o como um picolé de gostinho amargo, salgadinho. Quanto mais chupava, mais melzinho surgia. Me deitei entre suas pernas e segurava o pau com as duas mãos na base, brincando de passar a língua na cabecinha, chupar às vezes, sempre olhando para ele. Aquilo conteve nossos ânimos, deixou a gente mais conectado e me senti mais tranquila. Fiquei ali por vários minutos. Adorava a situação e ele dizia que estava prestes a gozar se continuasse assim. A ideia de ver ele esporrar em minha boca passou pela cabeça, mas como seria sentir aquilo no meu cuzinho?

Disse a ele que queria que ele me comesse de bruços, com carinho. Ele então saiu de minha frente buscou um preservativo, colocou sem dificuldades e também com um lubrificante. Nem tinha passado pela cabeça a ideia do material para facilitar o processo. Ele pediu para me chupar o cuzinho, mas o receio de acabar descobrindo o segredo me fez pedir por pau. Ele então cobriu seu pau de lubrificante e só quando estava posicionado, baixei meu shortinho mostrando uma calcinha rendada que deixou ele louco. Senti suas mãos alisarem minha bunda com gosto, ele implorou para me chupar o cuzinho, mas não cedi.

Empinei a bunda tirando a calcinha e logo senti seu pau procurando meu cuzinho. Abriu minhas nádegas e veio. Primeiro senti uma forte pressão sobre meu cuzinho. Era algo diferente de tudo que pudesse ter feito até ali. Nunca tinha nem colocado o dedo nele devido a falta de noção do que era sexo. Então senti ele romper a resistência, pressionei o cuzinho de leve e ele seguiu colocando o lubrificante e enfiando mais e mais. Doía, mas eu me esforçava para não demonstrar. Sentia ele cada vez mais fundo, minha respiração ficava mais pesada, comecei a gemer segurando a tensão do momento. Quando o senti totalmente dentro de mim ele falou que agora iria me comer bem devagarinho.

Ele curvou o corpo sobre o meu e senti seus lábios beijarem meu pescoço, seu peitoral apertando minhas costas e finalmente fiquei mais segura ao notar que dificilmente teria acesso ao meu segredo. Então passou a bombar bem devagar. Sentia o tesão dele em me fuder. Ele me elogiava, falava que era muito gostoso comer meu cuzinho e eu não conseguia corresponder às suas falas. Apenas tentava ficar mais "aberta" para ele. Num momento senti que as coisas pareciam estar mais controladas, sem tanta dor e passei a sentir um certo prazer. Resolvi pedir a Cauan para bombar um pouco mais forte.

Não sei se pelo fato de ficar calada até então ou pelo tesão que ele sentia no momento, mas a mensagem que ele processou deve ter sido algo como: "me arrombe". Ele se posicionou mais para trás, senti seu olhar me desejar com mais tesão e então sua rola passou a me foder com mais intensidade e desejo. Não tirava muito, mas o movimento era bem mais rápido. Passou a doer um pouco novamente, como se tivesse sofrido algum corte dentro de mim, mas não ia contar pois a sensação de ardor só vinha quando ele ia fundo, coisa que passou a fazer bem menos.

----
As coisas ficaram quentes né? Pois eu espero que curtam o final também.

Beijinhos da Confusa.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook

Comentários


foto perfil usuario gostodafruta

gostodafruta Comentou em 28/05/2024

Não aguento já vou ler o final dessa confusa situacao

foto perfil usuario casalmineiro01

casalmineiro01 Comentou em 15/07/2022

Nossa, que sinuca de bico. Difícil de lidar com essa situação, "se for sincera corre o risco de repeli-lo, se não contar corre o risco de um dia ele descobrir e ficar magoado por não ter sido sincera". Votadissimo, vamos para o próximo...

foto perfil usuario mrpain

mrpain Comentou em 29/06/2022

Votado indo para a sequência. Parabéns pelo desenvolvimento da história.

foto perfil usuario negaosortudo

negaosortudo Comentou em 27/06/2022

Delicia, votado e indo para o próximo.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


214874 - Dominação dos mundos - Sinopse - Categoria: Fantasias - Votos: 3
214778 - Ele manda, eu obedeço | Parte 3/3 - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 5
214442 - Entendiada - Categoria: Fetiches - Votos: 8
214318 - Ele manda, eu obedeço | Parte 2/3 - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 10
214313 - Fui provocar os outros no parque e acabei surpreendida por um garanhão - Categoria: Exibicionismo - Votos: 14
214163 - Assim vocês me deixam confusa - Categoria: Fantasias - Votos: 10
214105 - Mulheres são tão santinhas... - Categoria: Exibicionismo - Votos: 9
214094 - Homens são tão tarados... - Categoria: Exibicionismo - Votos: 16
214019 - Ele manda, eu obedeço | Parte 1/3 - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 7
213956 - Dominando um homem - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 4
213904 - Meu pacotinho chamou a atenção da academia e acabei dando na mata - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
213794 - Dando o cuzinho no meio da multidão - Categoria: Heterosexual - Votos: 18
213788 - Érika, mais que uma amizade, um amor - Categoria: Lésbicas - Votos: 8
213633 - Submissa para uns, dominadora para outros - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 10
213328 - A "disputa" dos amigos de longa data - Parte III - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
213324 - A "disputa" dos amigos de longa data - Parte II - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
213226 - A "disputa" dos amigos de longa data - Parte I - Categoria: Heterosexual - Votos: 6
205226 - Oi, você pode me ajudar? - Categoria: Heterosexual - Votos: 9
203590 - Quando a ideia é provocar - Categoria: Exibicionismo - Votos: 11
203513 - A minha primeira vez guardou um segredinho - Parte 3 - Categoria: Heterosexual - Votos: 16
203510 - A minha primeira vez guardou um segredinho - Parte 1 - Categoria: Heterosexual - Votos: 13
203073 - Manhã fria, mente quente e safada - Categoria: Fantasias - Votos: 14
202781 - Olá, me chamo Laura, vou te contar um pouquinho sobre mim - Categoria: Heterosexual - Votos: 51

Ficha do conto

Foto Perfil lauraconfusa
lauraconfusa

Nome do conto:
A minha primeira vez guardou um segredinho - Parte 2

Codigo do conto:
203511

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
27/06/2022

Quant.de Votos:
14

Quant.de Fotos:
0